Ciclos do lixo

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Coleção

O primeiro ciclo de vida do lixo nasce da sua recolha e do seu encaminhamento para o lixão. Este processo pode ser realizado por cada município através de uma empresa pública ou privada (concessão).

Dependendo do grau de desenvolvimento, o cidadão colabora neste processo selecionando o tipo de lixo e separando-o da origem por meio de recipientes específicos feitos de vidro, papelão, baterias, etc., que se encontram nas ruas de muitas cidades.

Em muitos outros países com menos recursos, os RSU não são selecionados e são levados para aterros públicos, onde apenas uma porcentagem dos resíduos é tratada e a recuperação desses resíduos raramente chega a 10%.

Separação e Classificação

Uma vez que os caminhões entram no aterro carregados com resíduos sólidos urbanos (RSU), o primeiro passo é organizar a seleção dos resíduos de tal forma que os materiais a serem tratados na usina sejam separados.

Desta forma, os elementos inertes, também chamados agregados, são separados: metal, areia, pedra, cerâmica, etc., que não podem ser tratados por REVALUO e não têm valor calorífico. O mesmo acontece com uma grande parte da água contida nos resíduos.

Dentro dos materiais recuperados e para citar apenas alguns, podemos destacar os metais ferrosos e outros metais com um preço de venda no mercado a ter em conta, tais como alumínio ou cobre, […]

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Hidrólise

Dentro do nosso sistema REVALUO, uma vez que todos os resíduos tenham sido seleccionados e classificados, toda a parte orgânica passa por um processo de Hidrólise onde são extraídos todos os açúcares possíveis. Estes açúcares podem estar dentro dos RSU (açúcares livres), podem ter a forma de amido proveniente de resíduos alimentares e podem ter a forma de celulose presente na embalagem, fraldas descartáveis e pequenos pedaços de papel e cartão.

Uma vez obtidos os açúcares, estamos aptos a produzir BioEthanol […]

Peletização

Todos os resíduos já filtrados e triturados passam por um processo de peletização antes de entrarem na planta de termólise. Nesta etapa, os resíduos já selecionados e triturados são secos, prensados, comprimidos e condensados produzindo pequenas pelotas de tamanho e composição médios uniformes, livres de ar, água e umidade.

Dependendo do grau de umidade ambiental, estes pellets podem passar por um processo de secagem antes de entrar na planta de Termólise. Neste processo, os pellets entram num secador industrial que é alimentado com o calor produzido pela própria planta, secando o pellet até obter um nível de umidade entre 7 e 20%. Se a umidade for maior (<30%), a eficiência é menor.

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Termólise

A Termólise envolve a decomposição térmica dos resíduos por meio de pressão e temperatura entre 650°C e 1200°C (aquecimento, não queima). Na ausência de oxigênio, a união das moléculas contidas nos resíduos sólidos é quebrada, reagrupando os átomos dos gases e carvões combustíveis e liberando oxigênio.

A Termólise tem emissões mínimas, muito abaixo do indicado pelos regulamentos europeus, uma vez que os resíduos são controlados e transformados em energia, evitando assim a libertação de toxinas para a atmosfera.

Segue-se uma comparação com os indicadores indicativos de emissões nocivas de outras tecnologias […]

Armazenamento

Com RSU, os gases purificados e resfriados são armazenados em um tanque onde são misturados e homogeneizados, evitando assim sua disposição em camadas de acordo com seu peso e densidade, o que significaria que o hidrogênio estaria sempre em cima e isso seria um problema.

A fumaça de carbono produzida ou Biochar (se apenas matéria orgânica tiver sido tratada), é deslocada através de algumas esteiras transportadoras para um recipiente. O mesmo acontece com o corrector de solos obtido a partir do tratamento de lamas lixiviadas.

Se a planta for utilizada para tratar pneus, borrachas ou plásticos (nunca PVC), o bunker de combustível obtido é acumulado nos tanques.

O mesmo se aplica ao BioEthanol.

Se houver um mercado para ela, a água destilada produzida durante a Hidrólise pode ser engarrafada.

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. 

Exploração e Tratamento

No processo de separação e classificação, certos produtos que têm um valor económico no mercado são recuperados que de outra forma seriam enterrados e esquecidos no aterro sanitário. Para citar alguns exemplos:

– Papel e papelão que podem ser reciclados.

– Metais ferrosos e outros metais não ferrosos como o cobre e o alumínio podem ser fundidos e reutilizados.

– Plásticos específicos a serem reciclados.

– Vidro, que pode ser vendido para fábricas de manufatura e reciclado, colocado para um segundo uso em fábricas de bancada, mesas externas, ou pulverizado e vendido para pintar fábricas de sinalização rodoviária, […]

Deposição em aterro

Dependendo da morfologia dos resíduos, graças ao nosso sistema podemos reduzir até 85 – 90% a quantidade de resíduos que acaba num aterro sanitário. Através dos diferentes processos que fazem parte do REVALUO, uma grande percentagem do total é separada e utilizada para obter produtos recuperáveis:

– Classificação: Metais. Vidro, cartão, plásticos específicos que devem ser reciclados ou que tenham outra utilização, pneus,…

– Hidrólise: Toda a parte orgânica é utilizada para obter BioEtanol.

– Termólise: Utilização de outros materiais para obter gás de síntese para a produção de electricidade, combustível de bunker, fumo de carvão, etc.

Finalmente, se queremos aproveitar ao máximo o REVALUO, apenas os materiais impróprios e áridos (terra, areia, escombros de construção, etc.) acabam na lixeira.

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings.